No Youtube, existem canais que ensinam técnicas para cuidar dos fios naturais em casa, mas, e aquela mulher que não tem tempo, ou que quer ir a um evento, ou simplesmente que prefere deixar os cuidados nas mãos dos cabelereiros?Algo intrigante durante as entrevistas feitas para este blog é a queixa de algumas entrevistadas sobre a falta de profissionais que atendem esse público de mulheres negras, como é o caso da auxiliar administrativa Ana Cristina Alves, de 25 anos, que afirma: “Gente, não tem. É difícil! Eu corto meu cabelo em casa porque eu não acho ninguém adequado pra cortar”.

A jovem conta também como foi uma das abordagens que recebeu em um determinado salão de Florianópolis: “O cabelo é lindo afro, mas eu tenho um amaciante que vai tirar o teu volume”. Além disso, Ana relata que acha curioso salão destinado a cabelo afro pra cuidar da beleza do jeito que ele é, e os profissionais querem baixar, ou aplicar química. Por fim ela declara que o discurso usado para convencer a cliente é: “ele é só um amaciante, ele não é química”. Né?! “A pessoa te engana.”

Encontrar alguns estabelecimentos que realmente tratem cabelo afro, verificar se a estética dos salões transmite credibilidade, descobrir se o estabelecimento é relativamente bom no quesito conforto, saúde e bem estar das clientes é o objetivo deste post.

Escolhi quatro salões de Florianópolis e entrevistei os responsáveis para saber se os respectivos estabelecimentos atendem essas demandas. Dos quatro salões, todos declararam trabalhar com cabelo Afro, o que diferencia é a ideologia ou as técnicas usadas por cada um deles.

Descubra através das características de cada um, qual deles se aproxima mais do que deseja uma mulher em transição!

GUIA DOS SALÕES E NOME DAS PROFISSIONAIS ENTREVISTADAS:

Academia de Beleza Bela Cigana – Endereço: Rua Padre Roma, 482, LJ 02 – Ed. Premier Office Center –  Florianópolis/SC (https://www.facebook.com/pg/Academia-de-Beleza-Bela-Cigana-260318734055769/about/) ANGELA MARIA SILVA, 46 ANOS;

Deia Hair – Endereço: Aracy Vaz Callado, 2137 – sala 03, Coloninha – Florianópolis/SC; (https://www.facebook.com/deia.hair?fref=ts); ANDREA PINTO DE CARVALHO, 41 ANOS.

Estúdio de Beleza Lídia Antunes – Endereço: Avenida Atlântica, 392, Jardim Atlântico – Florianópolis/SC (https://www.facebook.com/estudiodebelezalidiaantunes?fref=ts); JESSICKA LOUISE

Studio dos Cachos – Endereço: Avenida Pequeno Príncipe, 599, Campeche – Florianópolis / SC (http://www.studiodoscachos.com.br/). ALESSANDRA CARELLI FEMINELLA, 36 ANOS.

Leia também: http://blogueirasnegras.org/2013/09/24/a-dor-do-racismo-sobre-nossos-cabelos/

http://www.geledes.org.br/a-invisibilidade-da-estetica-negra-a-dor-do-racismo-sobre-nossos-cabelos/#gs.null

 

Compartilhe este post »